Seja bem-vindo
Juazeiro do Norte,27/05/2024

  • A +
  • A -

José Mujica anuncia que tem tumor no esôfago

g1.globo.com
José Mujica anuncia que tem tumor no esôfago


Ex-presidente do Uruguai disse em pronunciamento que órgão está "muito comprometido". Ele não deixou claro se o tumor é benigno ou maligno, mas afirmou que uma doença autoimune dificulta o tratamento. Ex-presidente uruguaio, Pepe Mujica, durante reunião no Equador, em imagem de arquivo
Reuters/Henry Romero
O ex-presidente do Uruguai, José "Pepe" Mujica, de 88 anos, anunciou nesta segunda-feira (29) que está com um tumor no esôfago. Segundo Mujica, o órgão está "muito comprometido".
✅ Clique aqui para seguir o canal de notícias internacionais do g1 no WhatsApp
Ele não deixou claro se o tumor é benigno ou maligno (câncer).
"Tenho que informar a vocês que, na última sexta-feira, ao fazer um check-up, descobriu-se que tenho um tumor no esôfago, que é algo muito comprometido", disse Mujica.
O ex-presidente uruguaio disse que seu caso é "duplamente complexo, porque eu já sofro de uma doença imunológica há mais de 20 anos que afetou, entre outras coisas, meus rins, o que cria dificuldades óbvias para técnicas de quimioterapia e uma cirurgia".
Ele também afirmou que, "enquanto puder", vai seguir "militando com os companheiros, fiel à minha maneira de pensar e entretido com as minhas verduras e as minhas galinhas", em referência à vida que leva como agricultor após deixar a carreira política.
Companheiro de longa data de Mujica, o presidente Lula lamentou a notícia e desejou força ao uruguaio: "Ao irmão Mujica, minha admiração e solidariedade. Você é um farol na luta por um mundo melhor. Sempre estivemos juntos nos momentos bons e nos momentos difíceis. Muito carinho e força, meus e de Janja, para você e Lucía (esposa de Mujica)", disse em publicação no X (antigo Twitter).
Mujica foi presidente do Uruguai entre 2010 e 2015, quando passou o cargo para Tabaré Vázquez, seu correligionário. Desde então, ele foi eleito duas vezes para o Senado, mas deixou o cargo definitivamente em 2020. Na época, ele afirmou que a pandemia da Covid-19 influenciou diretamente a sua decisão.
Antes de ingressar na política institucional, ele integrou o Movimento de Libertação Nacional-Tupamaros, atuando em operações de guerrilha contra a ditadura que governava o país.
Por sua atuação como guerrilheiro, Mujica foi detido diversas vezes e torturado. Ao todo, ele passou quase 15 anos da sua vida na prisão.




Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.